Após cortes para comissionados, servidores do TJMS terão 2,1% de reajuste

Deputados fizeram duas sessões para aprovar o reajuste

Os deputados estaduais da ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) aprovaram em duas sessões realizadas nesta quinta-feira (30) o reajuste de 2,1% para os mais de 4 mil servidores ativos e inativos do TJMS (Tribunal de Justiça).

O projeto foi aprovado em primeira votação por 16 votos. Marçal Filho (PSDB) pediu sessão extraordinária para aprovação em segunda, a tempo hábil dos servidores receberem o reajuste no pagamento de junho.

O índice, segundo projeto encaminhado pelo próprio Tribunal, concede apenas o índice inflacionário do período. O reajuste é concedido apenas aos servidores do judiciário, não se estendendo aos desembargadores e nem aos juízes.

O deputado Capitão Contar (PSL) disse ser favorável ao reajuste. “Ontem eu defendi a incorporação do abono no salário dos servidores e hoje sou favorável ao reajuste dos servidores do judiciário”, declarou, lembrando que não há impacto direto no orçamento estadual.

Isso porque é feito repasse de duodécimo aos Poderes, uma parte do orçamento do governo que é administrada diretamente pelo Tribunal de Justiça, Ministério Público e Defensoria Pública. Agora, o texto segue para sancionamento do governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Mais notícias