Câmara Federal faz audiência pública sobre barragem rompida de Brumadinho

Deputados federais ouvem na terça-feira representantes de órgãos públicos federais sobre a tragédia

Câmara Federal faz audiência pública sobre barragem rompida de Brumadinho
Militares israelenses ajudaram em operação para resgate de corpos em Brumadinho (Foto: Israel Defense Forces)

A Câmara Federal dos deputados realiza uma audiência pública na terça-feira (19) na Comissão Externa de Brumadinho para tratar sobre o rompimento da barragem da Mina do Córrego Feijão, localizada no município vizinho a Belo Horizonte (MG). A reunião começa às 14h30 (horário de Brasília-DF).

Foram convidados o secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia, Alexandre Vidigal de Oliveira, o diretor de Regulação da ANA (Agência Nacional de Águas), Oscar Cordeiro Netto, o secretário de Infraestrutura Hídrica, de Comunicações e de Mineração do TCU (Tribunal de Contas da União), Uriel de Almeida Papa, e o presidente do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis), Eduardo Fortunato Bim.

A audiência será realizada no Plenário 9 da Câmara Federal. De acordo com o último boletim divulgado pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, foram encontrados 166 corpos e 144 pessoas continuam desaparecidas.

O rompimento da barragem aconteceu no início da tarde do dia 25 de janeiro, quando a maioria dos funcionários do empreendimento da Vale estavam almoçando em um refeitório que ficava ao pé da barragem. Segundo a empresa, mais de 200 pessoas estavam no local. Como não houve alarme sonoro, muitos morreram soterrados pelo mar de lama.

Câmara Federal faz audiência pública sobre barragem rompida de Brumadinho
Mais notícias