Câmara Federal faz audiência pública sobre barragem rompida de Brumadinho

Deputados federais ouvem na terça-feira representantes de órgãos públicos federais sobre a tragédia

Militares israelenses ajudaram em operação para resgate de corpos em Brumadinho (Foto: Israel Defense Forces)

A Câmara Federal dos deputados realiza uma audiência pública na terça-feira (19) na Comissão Externa de Brumadinho para tratar sobre o rompimento da barragem da Mina do Córrego Feijão, localizada no município vizinho a Belo Horizonte (MG). A reunião começa às 14h30 (horário de Brasília-DF).

Foram convidados o secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia, Alexandre Vidigal de Oliveira, o diretor de Regulação da ANA (Agência Nacional de Águas), Oscar Cordeiro Netto, o secretário de Infraestrutura Hídrica, de Comunicações e de Mineração do TCU (Tribunal de Contas da União), Uriel de Almeida Papa, e o presidente do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis), Eduardo Fortunato Bim.

A audiência será realizada no Plenário 9 da Câmara Federal. De acordo com o último boletim divulgado pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, foram encontrados 166 corpos e 144 pessoas continuam desaparecidas.

O rompimento da barragem aconteceu no início da tarde do dia 25 de janeiro, quando a maioria dos funcionários do empreendimento da Vale estavam almoçando em um refeitório que ficava ao pé da barragem. Segundo a empresa, mais de 200 pessoas estavam no local. Como não houve alarme sonoro, muitos morreram soterrados pelo mar de lama.

Mais notícias