Publicidade

Câmara de Campo Grande vai debater decreto sobre ‘grandes geradores de lixo’

Empresários procuraram vereadores para questionar determinação

Na próxima segunda-feira (14), a Câmara de Campo Grande vai sediar uma reunião para discussão do decreto, se setembro de 2018, que estabeleceu cobrança aos chamados ‘grandes geradores de lixo’.

O decreto, de autoria do Poder Executivo, determina que os responsáveis por gerar o equivalente a um volume de resíduos sólidos superior a 200 litros ou 50 quilos por dia, devam proceder a coleta, transporte, tratamento e destinação do lixo.

“Imagine o quanto que isso irá onerar micros, pequenos empresários, e o cidadão em geral, pois muitas empresas fecharão suas portas, ocasionando desemprego”, disse o vereador André Salineiro (PSDB), um dos proponentes da reunião, ao lado do colega Júnior Longo (PSB).

Empresários teriam procurados os parlamentares para reclamar que apenas duas empresas de Campo Grande prestam o serviço para coleta e destinação de lixo, o que pode encarecer o valor a ser gasto.

A reunião deve reunir vereadores, empresários, comerciantes e representantes da Prefeitura. O encontro está marcado para o dia 14 de janeiro, às 9 horas, no Plenarinho Edroim Reverdito, na sede da Casa de Leis, na Avenida Ricardo Brandão, 1.600, bairro Jatiúka Park.

Mais notícias