Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Bolsonaro promete ‘integrar cidadão’ das terras demarcadas e ‘valorizar brasileiros’

Demarcação de terras indígenas e quilombolas voltou a ser tema do presidente

O presidente da república, Jair Bolsonaro voltou a utilizar sua rede social para abordar o tema das terras demarcadas. O presidente acredita que o trabalho unido poderá “integrar estes cidadãos e valorizar a todos os brasileiros”.

“Mais de 15% do território nacional é demarcado como terra indígena e quilombolas. Menos de um milhão de pessoas vivem nestes lugares isolados do Brasil de verdade, exploradas e manipuladas por ONGs. Vamos juntos integrar estes cidadãos e valorizar a todos os brasileiros”.

Ontem em edição extra do Diário Oficial da União, o presidente empossado assinou um decreto que retira da Funai, a responsabilidade das demarcações de terras indígenas e quilombolas. A atividade agora, será do Ministério da Agricultura.

A ministra da pasta, Tereza Cristina (DEM), explicou que toda a questão fundiária do país, o que inclui titulação de terras da agricultura familiar e demarcações de terras indígenas e quilombolas, está à cargo de sua pasta, enquanto a Funai, no que tange a políticas públicas sociais para o índio, estará sob responsabilidade do Ministério dos Direitos Humanos.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...