Bancada do MS e Reinaldo se reúnem e pedem agilidade para Rota Bioceânica

Rota é a alternativa para chegar mais rápido e barato à Ásia e, assim, pode beneficiar Mato Grosso do Sul logisticamente

Os deputados federais e senadores de Mato Grosso do Sul se reuniram nesta terça-feira (17) com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) em Brasília (DF) para unir esforços em prol da Rota Bioceânica, que passará pelo Estado e levará a produção nacional até o litoral do Chile, encurtando o caminho até a Ásia e barateando os produtos.

Entre as decisões tomadas nesta terça-feira, está a realização de um pedido conjunto ao ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, para agilizar os estudos técnicos referentes a questões aduaneiras necessários.

A Rota será feita tanto por meio rodoviário quanto ferroviário e encontra dificuldades burocráticas no momento, segundo explicou o ministro de Relações Exteriores, João Carlos Parkinson de Castro, aos presentes no encontro.

“Estamos tentando superar essas dificuldades, demostrando ao Governo Federal a importância do projeto e ações que a EPL (Empresa de Planejamento e Logística) pode desenvolver e, sobretudo, seu impacto em Mato Grosso do Sul”, explica o ministro.

Além disso, ele completa ainda que em função da importância desse estudo, o Governo Federal tem que levar em consideração os interesses da bancada sul-mato-grossense em sua elaboração, ouvindo os parlamentares sobre vários aspectos.

Já em seu perfil na rede social Instagram, o coordenador da bancada federal de Mato Grosso do Sul, o senador Nelsinho Trad (PSD), revelou também que em outubro haverão reuniões semanais para conversar sobre a ampliação das emendas parlamentares de cada membro da bancada. “O objetivo é contemplar todos os municípios de MS”, escreveu.

Mais notícias