Após desavenças, PP quer eleger oito prefeitos e lançar vices em MS, diz Vendramini

Presidente estadual vai a Brasília para encontro nacional

Presidente estadual do PP em Mato Grosso do Sul, Evander Vendramini segue no dia 30 de outubro para o encontro nacional do partido e disse nesta quinta-feira (24) ter a intenção de lançar até oito prefeitos e também vices para as eleições de 2020.

Após um período conturbado de desavenças entre lideranças, Vendramini defende que a direção nacional deve dar as orientações e definir as regras para as eleições do ano que vem.

“Sigo dia 30 com o Kennedy, secretário, para o encontro. Até o momento, temos como candidato o Douglas Gomes, de Bela Vista, definido”, explicou.

O deputado diz que a ideia é focar nas chapas de vereadores e tentar composições com vice-prefeitos do PP, como a de Camapuã.

PP em MS

O mandato do ex-prefeito de Campo Grande Alcides Bernal como presidente regional do Progressistas acabou no dia 11 de agosto e o partido ficou ‘à deriva’ por pouco mais de um mês.

Segundo o deputado estadual Evander Vendramini, à época, o ex-comandante deveria ter publicado um edital convocando convenção para determinar o novo presidente, o que não aconteceu.

Em setembro, a diretoria nacional do PP encaminhou o nome do deputado estadual Evander Vendramini para assumir provisoriamente o partido em Mato Grosso do Sul, resolvendo temporariamente o impasse.

Mais notícias