Após contas mais altas, deputados de MS pedem que Energisa divulgue tarifa social

Parlamentares discutiram a questão nesta terça na Casa

Os deputados estaduais de Mato Grosso do Sul pediram na sessão desta terça-feira (12) a maior divulgação da tarifa social da luz pela concessionária do serviço no Estado, a Energisa. Os parlamentares discutiram a questão após a polêmica que envolveu a empresa no início do ano, quando vários usuários reclamaram de valores acima da média na conta.

O assunto foi levantado após o deputado Barbosinha (DEM) usar a tribuna. “Os dados são chocantes. Por falta de conhecimento, 171.487 pessoas de MS não recebem os descontos a que têm direto. O benefício é previsto para famílias de baixa renda, inscritas no cadastro único de programas sociais do governo Federal, com renda igual ou inferior a meio salário mínimo ou aquelas que recebam até três salários mínimos onde exista algum portador de doença ou deficiência”, explicou o parlamentar, com base nos dados solicitados em requerimento à empresa Energisa.

Os descontos poderiam chegar a 65%, segundo o parlamentar. Para o deputado João Henrique (PR), deveria haver a simplificação das informações na conta. O deputado Evander Vendramini (PP) também defendeu informações mais precisas na conta de energia.  “É importante divulgar, pois é difícil fazer a leitura do que vem na conta’.

Audiência pública

No dia 12 de março, a requerimento dos deputados estaduais, acontecerá a audiência pública – “Desvendando o aumento e a composição da fatura de energia elétrica no Estado do Mato Grosso do Sul” – na Assembleia Legislativa às 18h30. “Esta Casa de Leis tem papel importante nesse assunto. Quando chamamos a empresa, não chamamos para penalizar ou julgar. É uma oportunidade de reunir a Assembleia, consumidores, empresas e população para explicações. Discutiremos a tarifa social, o aumento de consumo e das contas de energia”, finalizou Barbosinha.

Mais notícias