Publicidade

AO VIVO: Câmara de Dourados vota cassação de acusado de corrupção

Votação ocorre neste momento

A Câmara de Vereadores de Dourados realiza neste momento sessão para votar a cassação de o vereador Pedro Pepa (DEM), acusado de quebra de decoro parlamentar. Na noite de quarta-feira (15) , o vereador Cirilo Ramão (MDB), foi absolvido da acusação. Os dois foram presos na Operação Cifra Negra, desencadeada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) em dezembro do ano passado.

“Não cabe mais na humanidade o espírito da vingança, mas vem aqui dentro do Parlamento e enquadra os vereadores”, alegou o advogado de Defesa de Pepa, Fernando Baraúna, ao usar a tribuna durante a sessão desta quinta-feira (16). Ele afirmou ainda que o processo não possui provas de ato de corrupção.

Liberado

Na votação da noite de quarta-feira (15), seis vereadores votaram contra a acusação feita ao vereador Cirilo. Foram eles: Juarez de Oliveira (MDB), Jânio Miguel (PR), Bebeto (PR), Junior Rodrigues (PR), Carlito do Gás (Patriota) e Maurício Lemes (PSB).

Os dois vereadores citados foram afastados do cargo por ordem judicial. Apesar de Cirilo Ramão ter sido absolvido da acusação de quebra de decoro parlamentar, ele não retoma o cargo e o mesmo pode acontecer com Pepa. Para ter o mandato cassado, é preciso 13 votos dos vereadores.

Cifra Negra

As investigações que resultaram na Operação do Gaeco indicaram que várias licitações tinham “carta marcada” de empresas que agiam juntas. Algumas delas, inclusive, nem sequer existiam de fato. “Sem a devida concorrência, os valores dos contratos oriundos destes processos se faziam exorbitantes”, afirmou o Ministério Público. Conforme a denúncia, as empresas que participavam do esquema repassam propina mensalmente para servidores públicos, entre eles vereadores.

Mais notícias