Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

PTB pode atrair DEM desde que PSDB ‘não desarrume o que foi combinado’, diz Nelsinho

Petebista acredita que aliados podem oferecer melhor cenário ao PSDB

Com a possibilidade do ex-prefeito de Dourados, Murilo Zauith (DEM), disputar uma cadeira no Senado na chapa do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), o presidente regional do PTB, Nelsinho Trad, que ao que tudo indica deve ocupar uma das vagas na chapa do tucano, afirmou estar tranquilo quanto à ‘lealdade’ do PSDB.

“A gente tem um projeto já desenhado, uma aliança com o PSDB, esse projeto prevê a vaga ao Senado ao PTB”, disse Nelsinho ao Midiamax. O pré-candidato também defendeu que a segunda vaga da coligação ao senado, pleiteada pelo ex-secretário de infraestrututa, Marcelo Miglioli (PSDB), fique com partidos aliados para que a coligação alcance mais tempo de televisão.

“A gente entende que [DEM] por ser um partido aliado há necessidade de se ter esse partido para ter tempo de televisão. O PSDB tem a cabeça de chapa com o Reinaldo e as outras peças podem e devem, na minha avaliação, ser preenchidas pelos partidos aliados, é a lógica da história”, defendeu.

Melhores condições

Mais cedo, Zauith confirmou que o Democratas negocia apoiar a reeleição de Reinaldo contanto que possa indicar o candidato a vice-governador, com o deputado estadual Barbosinha entre os cotados, além do segundo nome ao Senado, o que poderia criar um impasse na chapa tucana, que já tem Nelsinho e Miglioli na disputa.

Quanto a possível saída de um dos dois para dar espaço ao Democratas, que deve indicar Zauith para a vaga, Nelsinho avalia que o que deve ser discutido internamento seria qual cenário proporcionaria melhores condições para a reeleição de Azambuja. Entretanto, o ex-prefeito espera que o PSDB cumpra o que foi negociado com o PTB.

“A gente entende a importância do Democratas nesse momento e o que precisar do PTB para atraí-los para fazer parte desse contexto político, o PTB está dentro, desde que não desarrume o que já foi combinado”, considera.

 

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...