Publicidade

Pesquisa DATAmax: levantamento mostrou em quem o eleitor de MS diz não votar; confira

Fernando Haddad tem a 2ª maior rejeição no Estado

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, tem a maior rejeição entre todos os postulantes ao cargo ocupado atualmente por Michel Temer (MDB), é o que mostra a pesquisa do Instituto DATAmax, divulgada nesta terça-feira (2), pelo Jornal Midiamax. Ele também lidera a intenção de votos no Estado.

De acordo com o levantamento estimulado, Bolsonaro é rejeitado por 29,7% do eleitorado sul-mato-grossense, seguido por Fernando Haddad, candidato do Partido dos Trabalhadores, que tem índice de rejeição de 25,6%.

Bem distante dos dois aparece, em 3º, a candidata da REDE, Marina Silva, com rejeição de 6,7%, seguida por Geraldo Alckmin (PSDB), com 4,4%, Ciro Gomes (PDT), com 3,0%,, Henrique Meirelles (MDB), com 1,9% e Álvaro Dias (PODE), com 1,1%.

Os demais candidatos não atingiram 1% de rejeição. João Amôedo (NOVO) apareceu com 0,9%, Cabo Daciolo (Patriota), com 0,6%, Vera Lúcia (PSTU), com 0,5%, João Goulart Filho (PPL), com 0,4% e Eymael (DC), com 0,3%.

Quem registrou a menor rejeição em Mato Grosso do Sul, de acordo com o DATAmax, foi Guilherme Boulos, candidato do PSOL, com 0,2%.

O levantamento mostrou ainda que 4,4% dos entrevistados rejeitam todos os candidatos, 7,4% não rejeitam nenhum e 13% não souberam ou não quiseram responder.

 

Mais notícias