Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

“Pergunta para o Temer”, diz Bolsonaro sobre reajuste do STF

Presidente eleito afirma que sua responsabilidade começa em janeiro

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), durante entrevista no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), sede do governo de transição, nesta terça-feira (27) , afirmou ser de responsabilidade do atual presidente, Michel Temer (MDB), o reajuste dos salários dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal). “A minha responsabilidade nessa área começa a partir de 1º de janeiro do ano que vem”.

Quando questionado sobre o reajuste, Bolsonaro se limitou a responder “pergunta para o Temer”. Ainda, segundo ele, “quem vai pagar é toda a população brasileira. É todo mundo”.

Reajuste

Na segunda-feira (26) o presidente Michel Temer sancionou o reajuste para ministros do STF, passando de R$ 33 mil para R$ 39 mil o salário recebido pelos membros do Supremo.

Com a modificação, o  funcionalismo público sofrerá “efeito cascata”, uma vez que aumentará automaticamente o salário para magistrados e servidores do Ministério Púbico.

Esteves Colnago, ministro do Planejamento, explicou que o impacto do reajuste atinge R$ 1,6 bilhão para as contas federais. Sobre o impacto, o ministro disse ainda estarem calculando a correta numeração, mas que atingirá a União “em torno de R$ 1,4 a R$ 1,6 bilhão”.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...