PDT apresenta ex-reitora de universidade e produtor rural como candidatos ao Senado

Partido aguarda definição de Chico Maia que pensa em desistir de candidatura

PDT fez convenção e apresentou nomes ao Senado (Fotos: Marcos Ermínio)

Durante a convenção estadual do PDT, que acontece na manhã deste sábado (20) na sede do partido, o presidente da legenda, deputado federal Dagoberto Nogueira, apresentou os dois pré-candidatos ao Senado, o pecuarista Chico Maia (Podemos) e a professora universitária Leocádia Aglaé Petry Leme (PDT).

Leocádia já foi reitora da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), e respondia pela reitoria da Uniderp-Anhanguera até o ano passado.

Leocádia e Chico devem disputar eleição ao lado de Odilon (Foto: Reprodução/Facebook)

Já Chico Maia, que inclusive já havia comunicado sua desistência de disputar eleição para o Senado, teria, segundo Dagoberto, repensado a ideia, diante de pesquisas que apontariam um crescimento de seu nome na intenção de de voto do eleitor sul-mato-grossense.

Dagoberto revelou que Maia está em Brasília para uma conversa com o presidenciável do Podemos, o senador paranaense Álvaro Dias, que poderá mudar os planos eleitorais do produtor rural.

Alianças

Dagoberto não quer ‘sofrer’ com assédio de adversário

O deputado federal, pré-candidato à reeleição, revelou que o PDT ainda mantém tratativas com outros partidos, que não apenas Podemos e o PROS, mas que prefere manter sigilo sobre quais são.

Nogueira afirmou que todos os partidos que sentam com o PDT são procurados pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), pré-candidato à reeleição, que lhes ‘oferece o mundo’. “Não vou divulgar (possíveis aliados) para não sofre isso”, finalizou Dagoberto.