Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Operação Vostok: Polaco está foragido e Nelson Cintra ainda não se apresentou

A PF já cumpriu 12 dos 14 mandados de prisão temporária

Apenas dois dos 14 alvos de mandados de prisão temporária da Operação Vostok, deflagrada ontem, quarta-feira (12), pela Polícia Federal, ainda não foram presos. O corretor de gado, José Ricardo Guitti Guimaro, o Polaco, e o ex-prefeito de Porto Murtinho, Nelson Cintra (PSDB).

A reportagem apurou que Polaco é considerado foragido, pois não foi encontrado durante as buscas no município Paraense de Trairão.

Já Nelson Cintra teria feito um acordo para se apresentar voluntariamente na sede da superintendência regional da Polícia Federal. Ele é esperado nesta quinta-feira (13).

Já estão presos o pecuarista Ivanildo Miranda, os empresários João Roberto Baird e Antônio Celso Cortez, o deputado estadual Zé Teixeira (DEM), o ex-secretário de fazenda Marcio Monteiro, o ex-deputado Osvane Ramos, o ex-assesor do governo Zelito Alves Ribeiro, o produtor rural Elvio Rodrigues e o advogado Rodrigo Souza e Silva, filho do governador Reinaldo Azambuja (PSDB). Completam a lista Miltro Rodrigues, Francisco Freire, Rubens Matsuda.

Apenas Zelito passou a noite na carceragem da PF, os outros 11 foram levados para o Presídio Militar, para celas da 3ª Delegacia de Polícia de Campo Grande e para sede do Garras, na Capital.

Operação

De acordo com a PF, a Operação Vostok tem o objetivo de combater um esquema de pagamento de propina a representantes da cúpula do Poder Executivo Estadual.

A Polícia divulgou que aproximadamente 220 policiais federais cumpriram 41 mandados de busca e apreensão e 14 mandados de prisão temporária, em Campo Grande, Aquidauana, Dourados, Maracaju, Guia Lopes de Laguna e em Trairão, no Pará.

Além destes, também foram cumpridos outros três mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Estadual do Mato Grosso do Sul, pedidos pelo MP-MS (Ministério Público Estadual), de ações, que segundo a PF, têm o mesmo objeto ligado aos fatos investigados em âmbito federal.

(Com reportagem Bruna Vasconcelos)
Você pode gostar também
Comentários
Carregando...