Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

‘O pré-candidato ao Senado de PSDB sou eu’, afirma Miglioli em lançamento de obra

Nelsinho Trad deve ocupar segunda vaga de disputa para senador

A disputa interna no PSDB para a definição do candidato ao Senado da República nas eleições de outubro chegou ao fim. Ex-secretário de Obras do Estado, Marcelo Miglioli afirmou nesta terça-feira (15) que “sou o nome definido pelo grupo”. O pré-candidato também afirmou que a segunda vaga ao Senado deve ser ocupada por Nelsinho Trad (PTB), fruto de aliança partidária.

Apesar de já ter sido até anunciado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) no início de abril como pré-candidato ao Senado, a definição ainda dependia de negociações internas no partido. O deputado federal Geraldo Resende, por exemplo, era um dos que tentava conquistar a vaga ao Senado.

Durante agenda pública nesta manhã, Miglioli afirmou que “o partido já se decidiu e o pré-candidato ao Senado pelo PSDB sou eu”. O lançamento oficial da campanha deve ocorrer entre 25 de julho e 5 de agosto, data definida pela Justiça eleitoral.

Ainda segundo o candidato, Geraldo Resende disputará a reeleição à Câmara dos Deputados. O clima no PSDB, segundo Miglioli, está tranquilo.

A segunda vaga para disputa ao Senado deve ser destinada à coligação tucana. Nelsinho Trad é o nome mais forte até o momento. “Está caminhando bem essa negociação, quem está no comando é o Beto Pereira e o Sérgio de Paula, as conversas avançam bem e não tenho dúvidas de que ele [Nelsinho] vai estar junto com a gente”, completa Miglioli.

Ainda sobre as coligações, o ex-secretário de Obras admite que uma aliança com o MDB, tradicionais rivais no Estado, está cada vez mais distante, principalmente porque André Puccinelli (MDB) tem se colocado como pré-candidato ao Governo.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...