Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Marun vê com preocupação obras no anel viário e rotatórias podem ficar para 2019

Ministro já não tem certeza se obras terão funcionalidade em 2018

(Foto: Vinicius Costa)

Conclusão das obras no anel viário de Campo Grande tornaram-se motivo de preocupação para o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (MDB). Até o final de outubro, durante a última visita ao canteiro de obras, Marun, acompanhado do prefeito Marquinhos Trad (PSD), tinha “sensação” de que a entrega seria feita em dezembro.

Hoje (7), em agenda na Assembleia Legislativa, Marun mudou um pouco o discurso e disse que vê com preocupação a conclusão da obra. “Estou preocupado porque sei que as obras da rotatória da BR-163 ainda não foram iniciadas, as chuvas estão atrapalhando”, lamentou.

Em outubro, ele dizia que a obra estava “avançando de forma positiva”, com a chagada de máquinas e tubulações e instalação de capas protetoras no asfalto. “Minha sensação é de que vai ser entregue em dezembro”, disse à época.

“Já destinamos os recursos que nos comprometemos a destinar”, disse Marun sobre os R$ 9,5 milhões enviados pelo Governo Federal. “Não sei se conseguiremos entregar até o final do ano. Talvez terminemos o anel, mas não tenhamos funcionalidade nos rotatórias”, antecipa.

Ele também antecipou que fará nova visita ao canteiro de obras neste sábado (8) e só depois “poderá falar com mais propriedade” sobre os andamentos.

Chave de Ouro

O investimento faz parte de um programa de inaugurações a serem feitas pelo presidente Michel Temer (MDB) na reta final do mandato denominado “Chave de Ouro”. Os recursos foram anunciados em setembro por Marun, durante reunião com Marquinhos e com secretário municipal de infraestrutura, Rudi Fioresi, no Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes).

A contrapartida do município, segundo Marquinhos, é de R$ 950 mil, 10% do valor enviado pela União. As obras compreendem trechos do macroanel rodoviário, na ligação de 24 quilômetros, entre as saídas de Rochedo (MD-080) e de Cuiabá (BR-163).

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...