‘Governo vai descobrir e punir os responsáveis pela morte de Marielle’, diz Marun

‘Vamos descobrir e punir os responsáveis’

O deputado Carlos Marun (MDB), ministro da Secretaria de Governo, afirma que o governo federal está trabalhando para descobrir quem são os responsáveis pelo assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e do motorista Anderson Gomes. No fim da tarde, ele irá se reunir com o general Braga Netto, que está no comando da intervenção na segurança no Estado do Rio:

– Nós vamos descobrir e punir os responsáveis – disse ele, que participa da abertura da Abras 2018 e Super Rio Expofood, no RioCentro, na Barra, nesta segunda-feira. Marun reafirmou a importância da intervenção para p Rio de Janeiro:

– Todos os acontecimentos recentes mostram que a intervenção é necessária- declara ele.

Um dia depois do assassinato de Marielle Franco, Marun rebateu críticas de que a intervenção federal ficaria manchada por conta da morte da parlamentar. Ele chamou de “imbecil” quem esperava que a situação do Estado se resolvesse no primeiro mês da medida em vigor.

— Imbecil é quem imaginou que em 30 dias teríamos solucionado a questão da violência no Rio de Janeiro. Essa nunca foi nossa pretensão — afirmou.

Braga Netto se reuniu no fim da manhã desta segunda-feira com deputados federais da bancada fluminense que integram a Comissão Externa de Acompanhamento da Intervenção da Câmara para falar sobre o andamento das investigações sobre o assassinato da vereadora. O encontro entre os parlamentares e o general acontece a portas fechadas no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na Cidade Nova.

A vereadora Marielle Franco, de 38 anos, foi assassinada a tiros junto com seu motorista Anderson Gomes na última quarta-feira na Rua Joaquim Palhares, no Estácio, próximo à prefeitura do Rio. Eles estavam acompanhados de uma assessora da vereadora, que foi atingida por estilhaços e liberada.

Mais notícias