Doria vence prévias com 80% e deve ser candidato a governo de SP

Prefeito nega que irá abandonar Prefeitura, mas deve sair em abril

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), deverá ser o candidato do partido tucano para as eleições ao governo do Estado, nas eleições de outubro. Nas eleições prévias da sigla, neste domingo (18), ele obteve 80% dos votos internos.

Pelo menos 11,9 mil dos filiados ao PSDB de São Paulo votaram em Doria – número muito maior do que o atingido pelos seus adversários, o secretário estadual Floriano Pesaro, o empresário Luiz Felipe D’ávila e o suplente de senador, José Aníbal.

Para dar início à campanha, Doria deve deixar a Prefeitura no dia 7 de abril, após um mandato de menos de dois anos. Isso só não será possível caso o governador Geraldo Alckmin seja impossibilitado de disputar a Presidência.

Nesse caso, Doria passaria a ser o “plano B” do PSDB para a disputa no Planalto, deixando a Prefeitura da mesma forma. O tucano nega que estaria “abandonando” a Prefeitura de São Paulo, apesar de ter prometido na campanha de 2016 que iria cumprir os quatro anos de mandato.Doria vence prévias com 80% e deve ser candidato a governo de SP

“São Paulo não perde um gestor. São Paulo ganha dois gestores. Um no governo, e outro na Prefeitura”, disse, em referência a ele mesmo e a seu vice, Bruno Covas, que deverá assumir o posto de prefeito após a saída de Doria.

O governador Geraldo Alckmin, que até então vinha se mantendo isento quanto às prévias, elogiou o desempenho de Doria. “Quero agradecer o João Doria, nosso prefeito da capital, o João trabalhador. Ele acorda cedo e dorme tarde”, disso.

Doria vence prévias com 80% e deve ser candidato a governo de SP
Mais notícias