Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Decisão judicial não se discute e lei da ficha limpa deve ser cumprida, diz Reinaldo sobre Lula

Ministros do TSE barraram candidatura do petista

O governador e candidato à reeleição pelo PSDB, Reinaldo Azambuja, comentou a decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) desta sexta-feira (31) de barrar a candidatura do ex-presidente Lula ao Planalto. Para o tucano, decisão judicial não se discute e a lei da Ficha Limpa, de iniciativa popular, deve ser cumprida.

“Existe a lei da Ficha Limpa que deve ser cumprida. Além disso, temos uma decisão judicial sobre a qual não se discute. Deve ser cumprida e, se alguém se sentir prejudicado, que recorra”, afirmou o tucano via assessoria de imprensa.

O julgamento da candidatura do petista, preso desde o dia 7 de abril na superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, durou pouco mais de dez horas. Por 6 votos a 1, os ministros decidiram que Lula não pode ser candidato nessas eleições por ter sido condenado por um órgão colegiado no caso Triplex.

Em nota, divulgada no início da madruga, antes mesmo da votação no TSE ser concluída, o Partido dos Trabalhadores informou que vai recorrer da decisão e que continuará lutando por todos os meios para garantir a candidatura de Lula nas eleições no dia 7 de outubro.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...