Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

DATAmax: em empate técnico, Nelsinho e Zeca lideram, mas disputa ao Senado está indefinida

Instituto ouviu 2.282 eleitores em 40 municípios de MS

Candidatos ao Senado por Mato Grosso do Sul, Nelsinho Trad (PTB) e Zeca do PT seguem na preferência dos eleitores na corrida eleitoral por duas vagas em Brasília, segundo aponta pesquisa do Instituto DATAmax realizada entre os dias 3 e 5 de outubro e ouviu 2.282 entrevistados. Neste ano, os sul-mato-grossenses escolherão dois senadores.

A pesquisa DATAmax revela que na intenção de voto estimulada ao Senado, levando em conta o consolidado das respostas, ou seja, a primeira e a segunda escolha do eleitor, Nelsinho Trad tem 25,5% da preferência. A lista segue com Zeca do PT (23,3%), Waldemir Moka (MDB) com 18,1%, Delcídio Amaral (PTC) com 14,5% e Marcelo Miglioli (PSDB) com 11,7%.

Completam o ranking, conforme a pesquisa estimulada de intenção de voto, Soraya Thronicke (PSL) com 10,2%, Sergio Harfouche (PSC) 8,7%, Gilmar da Cruz (PRB) com 1,9%, Beto Figueiró (PODE) com 1,9%, Anisio Guató (PSOL) com 1,1%, Thiago Freitas (PPL) com 1%, Mario Fonseca (PCdoB) com 0,8%, e Dorival Betini (PMB) com 0,7%.

Os eleitores que disseram que votarão branco ou nulo somaram 25% e aqueles que não sabem ou não responderam somam 55,6%. Vale lembrar que a soma total das intenções de votos na pesquisa consolidada chega a 200% porque leva em conta os dois votos dos eleitores.

Primeiro voto

A pesquisa DATAmax também apurou os cenários da primeira e da segunda opção de voto do eleitor. Na primeira opção, Zeca do PT lidera a pesquisa com 16%, seguido de Nelsinho Trad com 14,2% e Delcídio Amaral com 6,4% em terceiro.

Segundo voto

Na segunda opção de voto, o cenário é diferente. Nelsinho Trad lidera com 11,3%, seguido por Waldemir Moka com 8,9%, e Delcídio Amaral com 8,2%. Os números completos sobre a segunda opção de voto podem ser conferidos no gráfico acima.

Registro

A pesquisa foi realizada em 40 municípios de Mato Grosso do Sul, entre os dias 3 a 5 de outubro e ouviu 2.282 eleitores. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos, e nível de confiança de 95%.

O levantamento foi registrado sob os números MS-06677/2018, no TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral), e BR-02319/2018, no TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...