Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Cotado para Educação, Pedro Chaves diz que ‘não houve convite formal’

Senador não concorreu a cargo político em 2018

(Foto: Marcos Ermínio)

Cotado para assumir a SED (Secretaria Estadual de Educação) no ano que vem, o senador Pedro Chaves (PRB) disse ao Jornal Midiamax que ainda não foi convidado formalmente para o cargo pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

O nome do senador vem ganhando força nos bastidores nos últimos dias. O senador não concorreu a cargo público nas últimas eleições e decidiu apoiar Reinaldo à reeleição depois de romper com Odilon de Oliveira (PDT), candidato ao Governo.

Pedro Chaves afirmou que “admira” o governador e que conversas têm acontecido. ”Acredito que ele vai fazer muito mais pelo estado nos próximos quatro anos. Na semana que vem devo me reunir com ele, mas ainda não houve convite formal para que eu integrasse o governo”.

Se assumir a pasta, Pedro Chaves substituirá Maria Cecília Amêndola da Motta, que ocupa a função desde o início da gestão de Reinaldo.

Negociações

Entre as tratativas para as mudanças na administração do Estado a partir do próximo ano estão mudanças nas secretarias da Educação, Meio Ambiente, Fazenda e até possível fusão da secretaria da Cultura na pasta da Educação.

Vice-governador eleito, Murilo Zauith (DEM) também afirmou, nesta quinta, que pode assumir alguma pasta do Governo por “projeto político” que a legenda pretende trilhar com o PSDB nos próximos quatro anos.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...