Com vereadores presos, Câmara de Dourados remarca, de novo, eleição da Mesa para domingo

Escolha do próximo presidente deveria acontecer na sexta, dia 7

Eleição foi remarcada para domingo (Foto: Divulgação/CMD)

Pela segunda vez em dois dias, a Câmara de Vereadores de Dourados anunciou que remarcou a eleição da Mesa Diretora da Casa, que estava marcada para o começo da tarde deste sábado (8), já que a votação não obteve quórum suficiente.

Por meio de sua assessoria, o legislativo douradense informou que a eleição foi remarcada para amanhã, domingo (9), às 14h, no plenário da Câmara Municipal de Dourados, localizado na Avenida Marcelino Pires, 3495, Jardim Caramuru.

Dos 16 parlamentares da Casa, apenas metade foi à sessão extraordinária que estava marcada para hoje. De acordo com o regimento interno da Câmara eram necessários ao menos 10 vereadores.

Chapas

De acordo com a assessoria da Câmara, duas chapas disputam os cargos de presidente, vice-presidente, 1º secretário e 2º secretário, sendo que uma delas é encabeçada pelo vereador Pedro Pepa (DEM), um dos presos na Operação Cifra Negra.

Além do democrata, o atual 2º-secretário, Cirilo Ramão (MDB), também foi preso e estava na chapa de Pepa. O outro parlamentar preso é Idenor Machado (PSDB). Eles são acusados de receber mesada para beneficiar empresas no município.

Ontem, sexta-feira (7), um grupo de vereadores que apoiam a chapa de Pepa soltou uma nota reclamando da decisão da presidente da Câmara, vereadora Daniela Hall (PSD), de não aceitar o pedido para substituir na chapa dos dois vereadores presos.

Mais notícias