Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Com novo aparelho, Governo quer radioterapia em três hospitais de MS em 1 ano

Novo acelerador linear foi inaugurado no Hospital de Câncer

O Governo do Estado inaugura nesta quarta-feira (4) novo equipamento para radioterapia no Hospital de Câncer Alfredo Abrão. Além deste, o Estado prevê equipamentos para outros dois hospitais: o Regional Rosa Pedrossian e o Universitário. A expectativa é que Mato Grosso do Sul se torne autossuficiente em radioterapia no prazo de 1 ano.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) participa, nesta tarde, de dois eventos ligados ao assunto. Primeiro, ordem de serviço para construção de bunker – espaço blindado para abrigar o acelerador linear usado nos tratamentos – no HRMS e depois inauguração do acelerador linear do Hospital de Câncer.

Durante a primeira agenda, Reinaldo afirmou que a construção do bunker do HR deve ser concluída em até 12 meses e que a construção de um outro espaço no Hospital Universitário também deve ser assinada com o Ministério da Saúde no prazo de um mês. A construção no HR terá investimento de R$ 9,3 milhões para atendimento de 600 pacientes com câncer por mês.

“Teremos três equipamentos para radioterapia, é um grande avanço. Uma luta de todos nós, ampliar e diminuir a fila, com esses novos equipamentos vamos poder avançar no tratamento oncológico e serviço de radioterapia”, disse o governador.

No segundo compromisso da tarde, o governador inaugura o novo acelerador linear no Hospital de Câncer. Por mês, R$ 650 mil serão destinados pelo Estado para o hospital para o custeio do equipamento.

O acelerador linear foi destinado ao Hospital de Câncer neste ano, ele estava em Goiânia e é fruto de doação do Ministério da Saúde. O Governo do Estado repassou R$ 2,5 milhões ao hospital para que ajustes fossem feitos no bunker que agora abriga o novo aparelho.

Com o novo acelerador, o hospital pretende dobrar a capacidade de atendimento diária para 100 pacientes.

Você pode gostar também