Candidato do PSL lidera entre quem ganha mais de 4 salários, Haddad entre quem ganha até 1

Pesquisa foi feita em 29 cidades de MS e ouviu 1.040 eleitores

Na pesquisa do Instituto DATAmax, divulgada nesta terça-feira (2) pelo Jornal Midiamax, o candidato que lidera no geral, Jair Bolsonaro, do PSL, vence entre eleitores com renda familiar acima de 5 salários mínimos, mas perde para Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores, na faixa com renda salário até 1,5 salário mínimo.

Entre os eleitores que declaram renda acima de R$ 4,7 mil, Bolsonaro aparece com 48,2% das intenções de voto, contra 20,5% de Haddad, 5,9% de Geraldo Alckmin (PSDB), 4,9% de Ciro Gomes (PDT), seguido por João Amôedo (NOVO), em 5º.

Já entre eleitores que declararam renda de até R$ 1,4 mil, Fernando Haddad aparece com 28,2%, contra 20,3% de Bolsonaro. Na sequência aparecem Alckmin, com 11,3%, Ciro Gomes, com 7,2 e Marina Silva, com 5,2%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 27 a 29 de setembro, e o Instituto ouviu 1040 eleitores em 29 municípios sul-mato-grossenses. A margem de erro para os resultados gerais é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos, com um nível de confiança de 95%. O levantamento foi registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com número BR-04533/2018, e TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral), com número MS-028389/2018.

Confira demais detalhamentos por sexo, idade, escolaridade e renda na tabela

Mais notícias