Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Candidata de Bolsonaro pede impeachment de Reinaldo Azambuja à Assembleia

No entanto, partido de Soraya é aliado de Reinaldo na proporcional

(Com Maisse Cunha)

A candidata ao Senado pelo PSL Soraya Thronicke e o seu suplente, Danny Fabrício, impetraram pedido de impeachment do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) nesta quinta-feira (13) na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

O pedido acontece um dia após o apartamento do governador ser alvo de busca e apreensão pela Polícia Federal. Em despacho, o ministro Félix Fischer não determinou a prisão de Reinaldo, apenas a sua condução à Polícia para prestar esclarecimentos durante a Operação Vostok.

O documento foi protocolado na Casa de Leis e deve ser lido na sessão da terça-feira (18) e, em seguida, será disponibilizado no sistema online da Assembleia. O andamento, segundo a assessoria, deve respeitar os trâmites legais, segundo a Constituição Estadual e o Regimento Interno.

O PSL, mesmo partido do candidato à presidência Jair Bolsonaro, é coligado ao PSDB no Estado na chapa proporcional, ou seja, para candidatos a deputados estaduais e federais, apesar do pedido do presidenciável para que não fossem feitas coligações pelo Brasil com os tucanos.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...