Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Bolsonaro pede que TSE retire do ar campanha ‘difamatória’ de Alckmin

Pré-candidato alega campanha eleitoral negativa antecipada

O deputado federal e pré-candidato a presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), acionou o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) contra o Google e o pré-candidato tucano, Geraldo Alckmin (PSDB), por suposta propaganda eleitoral antecipada.

Segundo a representação protocolada na última quinta-feira (21), Bolsonaro acusa a página oficial no Facebook de Alckmin de remeter seus usuários a um site com propaganda eleitoral antecipada, “negativa em seu desfavor”.

O site seria “revestido de conteúdo difamatório” contra Bolsonaro, segundo a representação. “Por meio da divulgação dos aludidos links, os representados também teriam cometido crimes contra a honra dos representantes”, alega o deputado.

Na representação, Bolsonaro pede a retirada do ar dos supostos links com conteúdo difamatório, sob pena de responsabilização, e multa contra Alckmin, o Google e o site Godaddy, que aloja domínios na internet

Em resposta, o ministro Sergio Silveira Banhos, do TSE, intimou Bolsonaro e a equipe do PSL para que identifiquem as notícias passíveis de serem retiradas do ar. O deputado tem 24 horas para entregar os links.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...