Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Aprovado projeto que proíbe cursos à distância na área da saúde em MS

Vai para sanção do governador

Por unanimidade, os deputados aprovaram na sessão desta quinta-feira (11) projeto que proíbe a formação de profissionais da área da saúde em cursos EAD (Ensino à Distância) em Mato Grosso do Sul. A proibição vale tanto para cursos de nível médio quanto para técnico. O projeto agora segue para sanção do governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Sancionada, a Lei Estadual não deve acabar com os cursos vigentes, apenas com a abertura de novas vagas. De acordo com o autor do projeto, deputado Paulo Siufi (MDB), o MEC (Ministério da Educação) não fiscaliza como deveria essa modalidade de ensino.

“Um profissional da Saúde precisa de tato, do contato com o paciente. de atendimento humanizado. Isso se aprende com a prática, não se aprende com cursos a distância. Sou a favor desses cursos em outras áreas”.

Segundo o deputado, somente me 2018 mais de 600 mil novas vagas foram abertas em todo país. “Isso dá um falso acesso à Educação, com cursos de baixa qualidade. Então eu entendo que essas vagas não devem ser mais abertas, se sequer preenchem os requisitos do que determina o regramento para a educação a distância”.

Federações de Biologia, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Fonoaudiologia, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Biomedicina, Radiologia e Serviço Social já se manifestaram contrárias à abertura de novas vagas no Estado.

Você pode gostar também