Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Após reunião com Bolsonaro, Tereza diz que debate sobre agrotóxicos terá ‘muito espaço’

Deputada de MS foi confirmada como ministra da Agricultura nesta quarta

Depois de se reunir com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), nesta quinta-feira (8), a futura ministra da Agricultura, Tereza Cristina (DEM), afirmou que debate sobre agrotóxicos “terá muito espaço” em sua gestão. A deputada de Mato Grosso do Sul foi confirmada nesta quarta como a primeira mulher do primeiro escalão de Bolsonaro até agora.

Em entrevista concedida à imprensa nacional, Tereza afirmou que o projeto que flexibiliza a Lei dos Agrotóxicos e que já foi aprovado por comissão especial da Câmara Federal pode sair do papel.

“Com certeza, terá muito espaço de debate ainda. Ele [o projeto] passou na comissão, é um assunto polêmico… A comissão especial trouxe a modernização, é você dar a opção do produtor brasileiro usar as mesmas moléculas que são usadas lá fora através da agilidade, da transparência e da governança”, afirmou.

As críticas ao projeto, que ficou conhecido como PL do Veneno, estão baseadas no fato de que a proposta limitaria a atuação dos órgãos de controle, facilitando, dessa forma, aplicação de substâncias nocivas à saúde em lavouras e pastagens.

Para a futura ministra, o projeto em discussão não “tira poder de ninguém”. “Cada um vai estar dentro da sua caixa opinando: os três que sempre fizeram isso: Agricultura, Saúde através da Anvisa e meio-ambiente através do MMA [Ministério do Meio Ambiente”, disse.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...