Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Após registrar candidatura, Pedro Chaves desiste de concorrer à reeleição para o Senado

Anúncio na véspera do início da campanha pegou até suplente de surpresa

(Foto: Reprodução/TSE)

O senador Pedro Chaves (PRB) anunciou, nesta quarta-feira (15), que desistiu de disputar a reeleição ao Senado. Em nota, o parlamentar diz que analisou o cenário político nacional e regional e resolveu tomar essa decisão, mesmo com o pedido de registro de candidatura já solicitado ao TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral).

Rumores sobre uma desistência já eram especulados nos bastidores, mas negados pela assessoria e correligionários próximos a Pedro Chaves. O senador iria disputar a reeleição na coligação com o Podemos e o PDT, do candidato ao Governo do Estado Odilon de Oliveira.

A divulgação do recuo na tentativa de reeleição pegou até os colegas de partido de surpresa. Primeiro suplente de Chaves, o vereador de Campo Grande Gilmar da Cruz (PRB) afirmou ao Jornal Midiamax que não estava sabendo desta decisão.

“Eu fiquei sabendo agora por vocês da imprensa que ele decidiu tomar essa decisão. Comigo não [conversou]. Se ele confirmou foi ao partido, a mim não”, relatou Gilmar ao telefone. “Estava até conversando com algumas pessoas sobre a importância da candidatura dele”.

Em sua nota, Pedro Chaves diz que chegou a essa conclusão após conversar com a família e assessores e destaca que, mesmo não concorrendo a um cargo eletivo, estará empenhado na defesa da democracia e na construção de um Estado melhor.

Confira a íntegra da nota:

Prezados,

Comunico a todos que acompanham o meu mandato de senador da República e a população de Mato Grosso do Sul que, após refletir sobre os caminhos do Estado, decidi não disputar à reeleição ao Senado Federal. Tomei essa decisão junto a minha família e assessoria depois de analisar o cenário político nacional e regional. Mesmo não concorrendo, estarei empenhado na defesa da democracia e das bandeiras que permitam criarmos um país mais justo e fraterno. Contem comigo para construirmos um Mato Grosso do Sul melhor para todos.

Diante deste acontecimento, o Partido Republicano Brasileiro convocou uma coletiva para às 15h, no diretório regional da legenda para atualizar sobre os rumos que irá tomar a partir de agora.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...