Ala do PT pede antecipação de vice para substituir Lula nas eleições

Petistas veem poucas chances de Lula no pleito

Um grupo de petistas está se articulando para lançar um substituto de Lula (PT) à corrida eleitoral deste ano. Apesar de incerta, a situação do petista é vista como desfavorável pela ala, que defende uma segunda alternativa.

A informação é da Folha de S. Paulo. Reportagem publicada nesta quarta-feira (25) aponta que o grupo defende que, ao lançar a candidatura de Lula em 28 de julho, o PT também anuncie seu vice, que deverá substituí-lo caso ele se torne inelegível.

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), e o ex-governador da Bahia, Jacques Wagner (PT), estão entre os favoritos. O anúncio entretanto vem sendo mantido para o dia 15 de agosto.

A antecipação é uma manobra sutil dos mais céticos do PT para abrir a discussão de substituir o pleito de Lula. Alas do partido ainda se mantém reticentes, e preferem não falar em nomes de vice para não enfraquecer a candidatura de Lula.

Nesta semana, o STF (Supremo Tribunal Federal) tomou decisões vistas como favoráveis ao ex-presidente. Uma delas foi enviar um recurso contra sua prisão à Segunda Turma, considerada menos dura.

O Supremo também decidiu pela retirada de trechos da delação da Odebrecht da tutela de Sérgio Moro. Os relatos de delatores da empreiteira foram enviados à Justiça Federal de São Paulo, longe do alcance do jurista.

Mais notícias