Vereadores criam novo título para não repetir erro ao fazer homenagem a ministro

Visitantes a partir de agora vão receber apenas o título de “Visitante Ilustre”

Depois da polêmica causada por causa da concessão de um Titulo de Cidadão Honorário de Dourados para o ministro da Educação, Monteiro filho que até então nunca tinha pisado o pé em Dourados, a Câmara Municipal resolveu criar outro “título” para não repetir mais o que foi considerado um erro.

A partir de agora qualquer autoridade que vier para Dourados vai ser agraciado com o título de “Visitante Ilustre” que deverá ser aprovado pela maioria dos dezenove vereadores com assento no Poder Legislativo.

A proposta foi apresentada pelo vereador Braz Melo, que foi prefeito de Dourados por dois mandatos e diz que em sua época concedia este título de honraria para os visitantes ilustres. A proposta foi aprovada por unanimidade na última sessão da Câmara.

No decreto legislativo publicado no Diário Oficial de Dourados, a Câmara Municipal dizia que o ministro da Educação estava recebendo o Título de Cidadão Honorário pelos relevantes serviços prestados a comunidade.

A primeira vez que o ministro veio a Dourados foi nesta segunda-feira para a inauguração de uma escola técnica que acabou não acontecendo por causa de um protesto de professores em greve.

 

 

 

Mais notícias