Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Eleição direta para diretor deveria estar valendo há um 1 ano, diz ACP

Professores pressionam vereadores por projetos

Um grupo de professores e representantes da ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública) foi à Câmara da Capital pressionar os vereadores pela aprovação de duas matérias de interesse da categoria, que serão votadas na sessão desta quinta-feira (21).

As propostas, de autoria do Poder Executivo, estabelecem eleição direta para diretor de escolas da Reme (Rede Municipal de Ensino), e visam a convocação de mil professores aprovados em concursos de 2013 a 2016 que aguardam serem chamados pela Prefeitura.

Segundo o presidente da ACP, Lucílio Nobre, atualmente existem cerca de 300 diretores e diretores-adjuntos na Reme, todos ocupando o cargo por indicação política.

Nobre explicou que a eleição direta para diretor é uma das metas do Plano Nacional de Educação, e que já deveria estar valendo desde o final de 2016.

Sobre a convocação dos professores concursados, para substituir um grande número de temporários, o presidente da ACP destacou que o sindicato já vinha tratando do assunto com o município, com respaldo e acompanhamento do MPE-MS (Ministério Público Estadual). 

Você pode gostar também