Publicidade

CPI solicita número de funcionários da JBS ao Ministério do Trabalho

Empresa assumiu compromisso de gerar mais de 1.000 empregos. 

A CPI da Propina solicitou ao Ministério do Trabalho e Emprego informações sobre a quantidade de funcionários nas unidades da JBS instaladas no Estado e declarada pela empresa no CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). O pedido foi feito pelo presidente da comissão, Paulo Corrêa (PR), nesta terça-feira (8), em Campo Grande, ao superintendente Regional do Ministério do Trabalho, Vladimir Benedito Struck.

Corrêa pediu dados referentes às duas unidades de Campo Grande e às unidades de Coxim, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã, Anastácio e Cassilândia.

Ele quer comprovar se a JBS cumpriu o que estava previsto no Tare (Termo de Acordo de Regime Especial) 1103/2016, firmado com o governo atual, de gerar 1010 mil novas vagas de emprego, passando de 5.890 para 6.900 vagas, um aumento de 17%.

“A CPI está investigando tudo, tanto o que foi prometido pelo Estado, quanto o que foi prometido pela empresa e agora queremos saber o que foi cumprido por ambas as partes. Para isso, precisamos confrontar dados e eu solicitei esses dados diretamente ao Delegado Dr. Vladimir Struck, que nos atendeu prontamente e se comprometeu a entregar um relatório oficial o mais rápido possível”, disse. 

Mais notícias