Política

Deputado do PT aposta em intervenção do STF para demarcação de terra indígena

Ele lamentou a morte de um índio em Caarapó

Jessica Benitez Publicado em 14/06/2016, às 19h14

None
zeca.jpg

Ele lamentou a morte de um índio em Caarapó

O deputado federal e ex-governador do Estado, José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, acredita que somente a intervenção do STF (Supremo Tribunal Federal) será capaz de conter conflito entre índios e ruralistas em Mato Grosso do Sul e garantir demarcação de terras. Em Caarapó o índio Cloudione Rodrigues, agente de saúde, morreu.

“Resta dizer que só uma pronta intervenção do Supremo Tribunal Federal poderá garantir paz com a realização da demarcação das terras indígenas”. Ele manifestou solidariedade aos familiares do índio morto nesta terça-feira (14) em conflito rural em Caarapó.

Além disso, o petista informa que solicitou aos órgãos responsáveis, tanto na esfera federal quanto estadual, imediata apuração dos fatos. Ele classificou como ato bárbaro e quer “tranquilidade à região, afastando de lá jagunços e fazendeiros que realizam e patrocinaram o ataque”.

Cerca de 600 indígenas da etnia Guarani-Kaiowá estão, desde o último domingo (12), ocupando a Fazenda Yvu. A área reivindicada faz parte, segundo a comunidade, do território Tey’i Juçu e fica ao lado da aldeia Tey Kue. Lideranças afirmam que há uma segunda vítima fatal, informação ainda não confirmada.

Jornal Midiamax