DATAmax aponta disputa em dois turnos na eleição em Campo Grande

A 48 horas do pleito, o índice de indecisos é de 9%

 

A eleição para prefeito de Campo Grande será decidida em segundo turno, é o que aponta o quarto levantamento do Instituto DATAmax, realizado entre os dias 27 a 30 de setembro, com 800 entrevistas, registrado no TRE-MS sob o número MS-01361/2016. 

Marquinhos Trad (PSD) mantém a liderança com 33,10% das intenções de voto, seguido da candidata do PSDB, Rose Modesto, com 23,4%. Em terceiro, com 15,10%, o prefeito e candidato à reeleição Alcides Bernal. O resultado indica Marquinhos Trad e Rose Modesto como os prováveis concorrentes no segundo turno,  

Evolução

Em relação à última rodada, Marquinhos Trad oscilou dentro da margem de erro, tinha 33,5%. Na penúltima e antepenúltima rodadas registrava 26,5% e 28,11%, respectivamente.

A candidata do PSDB, Rose Modesto, também oscilou dentre da margem de erro. Tinha 24,7% na última rodada. No penúltimo e antepenúltimo levantamentos registrava  17,80% e 13,18%, respectivamente..

O prefeito Alcides Bernal, candidato do PP, oscilou 3,60 pontos, no limite da margem de erro. Tinha 11,5% na última coleta. Registrava 12,2% e 14,3% na penúltima e antepenúltima rodadas, respectivamente.. 

Indecisos

A 48 horas do pleito, o percentual de eleitores que declararam não sabe ou não respondeu é de 9,00%, número representativo considerando o índice registrado pelos três primeiros colocados. Declararam a intenção de votar branco ou anular 8,80% dos entrevsitados.

Em quarto lugar na pesquisa aparece o deputado estadual Coronel Carlos Alberto David (PSC), com 2,5% das intenções de voto, seguido pelo candidato Marcelo Bluma (PV), que está com 1,9%. O vereador Alex do PT vem logo atrás com 1,6%.

Depois aparecem  Pedrossian Filho (PMB) com 1,10% e Aroldo Figueiró (PTN) com 0,9%. Os candidatos Athayde Nery (PPS), Rosana Santos (PSOL) e Suél Ferranti (PSTU) estão empatados com 0,5%. Também empatados, estão os candidatos Adalton Garcia (PRTB) e Lauro Davi (PROS), com 0,4%. Os dois últimos são Eliseu Amarilha (PSDC), com 0,1%, e Arce do PCO, que não pontuou..

A pesquisa quantitativa foi realizada entre os dias 27 e 30 de setembro de 2016, com 800 entrevistas.  A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos, levando em consideração nível de confiança de 95%.  Está registrada no TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) sob o número 01361/2016.

Mais notícias