11 candidatos definem debate do Midiamax que prioriza ‘confronto livre’

Partidos classificam evento como oportunidade democrática

O Jornal Midiamax, em parceria com representantes dos candidatos a prefeito de Campo Grande, definiu as datas para o debate televisionado, o primeiro será realizado no dia 16 de setembro e, se houver segundo turno, uma nova roda no dia 21 de outubro.

Uma reunião na sede do Jornal Midiamax reuniu 11 dos 15 candidatos, que definiram, em unanimidade a realização do debate com todos os partidos  presentes ao encontro, e não apenas com o número de candidatos de partidos com representação mínima na Câmara dos Deputados.

“Minha percepção é que o Midiamax teve grandeza fora do comum.  As autoridades querem falar tanto sobre essa questão da democracia e aprovam leis que vão na contramão do processo democrático, uma vez que cerceia todos os partidos a direitos, por exemplo, no tempo de TV, isso não é democrático. O Jornal teve a sapiência de entender que todos, grandes e pequenos, devem ter oportunidade de participar do debate”, disse o candidato do PRTB, Adalton Garcia.

Apenas os candidatos do PMN, PCO, PSOL e PROS não estiveram presentes e não enviaram representantes, ainda que avisados anteriormente da reunião.

“É fundamental que todos os candidatos com interesse de participar tenham oportunidade de expor suas ideias, e falar com eleitor com o mesmo tempo. Isso é democracia. A ideia do Midiamax é muito propositiva. É a chance para o eleitor saber quem é quem e escolher o que melhor para a cidade”, ressaltou Marquinhos Trad, deputado estadual candidato do PSD.

O debate terá 130 minutos de duração e será dividido em três blocos. Cada representante de coligação teve papel fundamental na elaboração do evento.

“A gente acha que o debate é salutar para o momento democrático, ainda mais com a mudança das regras que diminuiu tempo de propagando, o debate do Midiamax, apesar de estar apenas no 2º ano, é muito esperado por conta do formato e oportunidade aos candidatos. O prefeito (Alcides Bernal) está bem entusiasmado e parabenizou o site pela ação, fundamental para democracia”, destacou Márcia Scherer, representante do PP na reunião.

Por unanimidade, os representantes votaram pela realização do debate com todos os presentes, aptos e inaptos, segundo a resolução do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). “O Jornal está correto e tem um público formador de opinião. Queremos que isso que o Midiamax está fazendo seja a regra e não exceção”, afirmou Suél Ferranti, candidato do PSTU.

“O debate tem essa oportunidade de ampliar o conhecimento da sociedade dos candidatos e suas propostas e o debate é salutar, não tem truque, não tem lance de marketing, é um olhando para outro e defendo as suas propostas e seus pontos de vista, sem maquiagem. É uma excelente oportunidade para o eleitor decidir quem é o mais preparado para assumir a Prefeitura, que precisa de um bom administrador”, disse o deputado estadual e candidato do PSC, Coronel David, que parabenizou o Jornal pela iniciativa.

O debate deve começar por volta das 21h20 do dia 16 setembro e será transmitido ao vivo e em tempo real pela internet.

“Isso é importante para a democracia, uma oportunidade de apontar soluções para a cidade, expor ideias e nosso programa de governo”, finalizou Fábio Lechuga, do REDE, candidato a vice-prefeito de Marcelo Bluma (PV).