Delcídio dá troco em Dilma e escapa de constrangimento em encontro com Azambuja

Senador alega que reuniões no Senado o impedirão de participar da solenidade

 

O senador (PT) não participará da inauguração da Casa da Mulher Brasileira, que terá a visita da presidente (PMDB). Sumido desde a eleição para o governo, quando perdeu para Reinaldo Azambuja (PSDB), Delcídio também ficará fora da agenda com a presidente.

O senador alega que ficará de fora “por conta das eleições dos membros da Mesa Diretora e das Comissões Permanentes do Senado”. Este seria o primeiro encontro oficial de Azambuja e Delcídio após a eleição. Ele já tinha se ausentado de evento na semana passada, quando entregaria carros e computadores para a Agraer.

Durante a campanha Delcídio chegou a anunciar que traria a presidente Dilma para ajudá-lo, mas acabou ficando abandonado. Só o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva veio à campanha, o que pode justificar a ausência do petista nesta vinda da presidente só agora. 

A postagem de Delcídio não agradou seguidores, que trataram de criticar a presidente. Um deles disse que ela não tem carinho nenhum pelo Estado, alegando que ela não veio aqui durante a campanha e “malemá” sabe o nome da Capital de Mato Grosso do Sul.

Outro seguidor questionou o fato de Delcídio ficar tentando agradar Dilma e Lula para dar um de “bonzinho”. Teve também quem questionou o descaso de Dilma com o Hospital do Câncer e a Santa Casa, que sofrem com falta de investimento para conclusão de obras.

 

Delcídio dá troco em Dilma e escapa de constrangimento em encontro com Azambuja
Mais notícias