Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

“Morte com morte se paga”: em suposto recado, PCC diz que vai punir homicídios não autorizados

Representantes da polícia não acreditam na veracidade do comunicado

Suposto recado emitido pelo PCC que circula nas redes sociais alerta para novas regras determinadas pela facção criminosa nas cidades de Campo Grande, Três Lagoas, Dourados, Corumbá e Nova Andradina. No comunicado, o grupo diz que vai punir severamente crimes isolados contra a vida.

“Aquele que vier a tirar a vidas dentro do território mencionado sem procurar a sintonia do PCC para seguir os trâmites será punido com a morte”, diz o texto reproduzido em grupos de WhatsApp.

O recado justifica que a decisão foi tomada em decorrência dos homicídios e feminicídios ocorridos dentro do território dominado pela organização criminosa, considerados avassaladores e injustos aos olhos do grupo. “Tomamos o posicionamento de não admitir mais esse descaso com a vida humana”, informa.

O texto divulgado ameaça ainda que, determinada a sentença de morte, autores de homicídios, ainda que presos, serão punidos dentro das penitenciárias do Estado. “Vida se paga com vida e agressão se paga com agressão”, finaliza o comunicado.

Não conseguimos contato com a Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública) para que comentasse o caso, no entanto, o Jornal Midiamax conversou com representantes de forças policiais do Estado que disseram não acreditar na veracidade do texto atribuído ao PCC.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...