Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Irmãos são suspeitos de matar pai e filho no Caiobá e continuam foragidos

Fogo em amontado de lixo seria motivo para assassinato de pai e filho

Continuam foragidos dois irmãos suspeitos de matar Bruno Pierre Figueiredo de 22 anos, e Carlos Mendes Figueiredo, de 42, com 7 tiros. A Polícia Civil informou que continua com as investigações e deve começar a ouvir os familiares das vítimas nesta terça-feira (12).

O crime aconteceu neste domingo (10) e conforme as informações, um dos irmãos teria efetuado os disparos e o outro, contribuiu com a fuga. A participação de mais duas pessoas no crime, também será apurada pela polícia.

Motivação e crime

O fogo em um amontado de lixo, no Portal Caiobá, seria o motivo para o assassinato de pai e filho. Carlos foi atingido por quatro disparos sendo um no pescoço, clavícula, costas e um tiro na testa. Antes do tiro na testa de Carlos, o homem teria dito “Você ainda não morreu”, dando um tiro de ‘confere’.

Já Bruno foi assassinado com três tiros, sendo dois na coxa e um no pescoço. 11 munições intactas foram encontradas no local.

Testemunhas e vizinhos informaram que pai e filho eram pessoas trabalhadoras.

Casa incendiada

Após no assassinato de pai e filho, moradores do Portal Caiobá revoltados com o crime colocaram fogo na casa dos suspeitos do assassinato. O incêndio começou logo após o crime e parte da casa ficou destruída.

Um casal que passava na rua abaixo a do crime, foi parado por dois dos suspeitos, que tentaram roubar a motocicleta para fugirem. Uma pistola chegou a ser apontada para a cabeça do rapaz de 23 anos. Segundo o atendente de conveniência um dos homens chegou a dizer para ele, “acabamos de matar dois”.

A mulher do rapaz, a cabeleireira de 20 anos, contou que ficou muito nervosa com a situação e foi derrubada da motocicleta pelos suspeitos, que desistiram de levar o veículo fugindo em meio a um matagal. Os suspeitos teriam fugido em carro de cor prata.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...