Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Mãe diz proteger filha de 16 anos do ex de 60 anos e agride idoso

Policiais receberam informação em ronda

Um homem de 60 anos procurou uma unidade policial que fazia uma ronda no Jardim Veraneio, neste domingo (23), dizendo que havia sido agredido por um casal e seus filhos. Ele estava em uma moto e solicitou auxílio dos policiais por volta das 8h30. Segundo ele, teria sido agredido por uma senhora com seu marido, e também por seus filhos. Os policiais prosseguiram até a residência dos supostos autores para verificar e a família acusou o idoso de estar perseguindo a filha do casal de 16 anos. 

Ao chegar na residência, o suposto autor de 48 anos culpou a esposa, de 45, dizendo que apenas viu uma briga e se aproximou, reconhecendo os filhos e a mulher, que agrediam o homem de 60 anos. Porém, o idoso disse que o homem o teria agredido com uma corrente, dizendo que estava ferido nos lábios e nas mãos. 

A mulher também teria mordido sua mão. Os supostos autores não tinham marcas de lesões aparentes, e a mulher disse aos policiais que as agressões ocorreram após o idoso ter tido um relacionamento com a sua filha de 16 anos, e que após o término, ele estaria perseguindo a adolescente. O caso será investigado pela Deam (Delegacia da Mulher), onde também foi registrado um Boletim de Ocorrência. A menina de 16 anos não chegou a ser ouvida durante o registro do boletim. 

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...