Polícia / Trânsito

Motorista que morreu após bater em lixeira era técnica de enfermagem da Capital

Sesau emitiu nota de pesar, em nome de colegas da USF Vila Corumbá

Danielle Errobidarte Publicado em 04/04/2021, às 10h47

Franciely trabalhava na USF Vila Corumbá, na Capital
Franciely trabalhava na USF Vila Corumbá, na Capital - (Foto: Arquivo Midiamax)

A motorista Franciely Ajala Centurião, de 29 anos, que faleceu após bater o carro em que dirigia, um Chevrolet Onix, contra duas árvores e uma lixeira na madrugada deste sábado (3) era técnica de enfermagem de Campo Grande. Ela trabalhava na USF (Unidade de Saúde da Família) Vila Corumbá, no Centro.

A Sesau (Secretaria de Saúde do Município) emitiu nota de solidariedade manifestando pesar. “Ela era técnica de enfermagem e atuava na USF Vila Corumbá há três anos, Franciely era conhecida pela sua alegria, competência e disposição, além de ser muito querida por todos”, afirma a nota.

A secretaria ainda se solidarizou com os familiares, amigos e entes queridos da servidora, em nome da equipe da USF e da Coordenadoria de Atenção Básica.

O Acidente

Informações são de que o acidente aconteceu entre as 23 horas e meia-noite deste sábado (3) quando a mulher que estava dirigindo um veículo Chevrolet Onix pela rua Fernando de Noronha acabou perdendo o controle da direção e batendo em duas árvores e uma lixeira.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado, mas Franciely acabou morrendo na ambulância antes da chegada ao posto de saúde do Coronel Antonino. Não havia marcas de frenagem e o peso do corpo da vítima ficou em cima do acelerador do carro. Não há informações sobre o que pode ter provocado o acidente.

Um morador de 74 anos contou ao Jornal Midiamax que a pouco tempo uma camionete S10 acabou batendo em uma árvore e uma lixeira que tinha frente de sua casa, e que pelo menos outros três acidentes já aconteceram na região. 

Jornal Midiamax