Polícia / Trânsito

Motorista de Hilux que ficou preso às ferragens estava sem cinto e estado de saúde é grave

O motorista de 64 anos, que foi socorrido na manhã desta terça-feira (30), em um acidente na Avenida Ministro João Arinos, em Campo Grande, está na ala vermelha do hospital Santa Casa. A camionete Hilux em que ele estava foi atingida por outra, quando a vítima saia do estacionamento de uma loja. Segundo informações passadas […]

Thatiana Melo Publicado em 30/03/2021, às 12h19 - Atualizado às 15h48

(Gabriel Neves, Midiamax)
(Gabriel Neves, Midiamax) - (Gabriel Neves, Midiamax)

O motorista de 64 anos, que foi socorrido na manhã desta terça-feira (30), em um acidente na Avenida Ministro João Arinos, em Campo Grande, está na ala vermelha do hospital Santa Casa. A camionete Hilux em que ele estava foi atingida por outra, quando a vítima saia do estacionamento de uma loja.

Segundo informações passadas pela assessoria de comunicação do hospital, o paciente teve politraumatismo e está internado na ala vermelha da unidade de saúde, e não há informações sobre cirurgias no momento. A informação de que ele estava sem cinto de segurança, quando aconteceu a colisão.

De acordo com o Corpo de Bombeiros que atendeu a ocorrência, o motorista da Hilux saia de um estacionamento de uma loja e atravessava a rua para fazer a conversão, quando foi atingido pela outra camionete, que ainda freou por cerca de 20 metros deixando as marcas de frenagem na rua.

A Hilux ficou destruída com o impacto da batida sendo lançada para o meio da pista, e o motorista preso nas ferragens. Os bombeiros usam o desencarcerador para retirar a vítima do carro, que foi socorrida em estado grave para o hospital por uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Com o outro motorista nada aconteceu. Foi feito teste do bafômetro no outro motorista que deu negativo para embriaguez.

Jornal Midiamax