Polícia / Trânsito

Motociclista arremessado após ser atropelado está em coma na Santa Casa

O motociclista de 47 anos que foi atropelado por um motorista na madrugada de domingo (28), no cruzamento das ruas Panambi Vera e Souto Maior, região do bairro Tijuca, em Campo Grande está em coma na Santa Casa. O motorista que causou o acidente fugiu do local. Segundo a assessoria do hospital, o paciente está […]

Thatiana Melo Publicado em 29/03/2021, às 11h31

Moto ficou destruída | Imagem: Leitor Midiamax - WhatsApp
Moto ficou destruída | Imagem: Leitor Midiamax - WhatsApp - Moto ficou destruída | Imagem: Leitor Midiamax - WhatsApp

O motociclista de 47 anos que foi atropelado por um motorista na madrugada de domingo (28), no cruzamento das ruas Panambi Vera e Souto Maior, região do bairro Tijuca, em Campo Grande está em coma na Santa Casa. O motorista que causou o acidente fugiu do local.

Segundo a assessoria do hospital, o paciente está no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) sedado, intubado e estável no momento, em recuperação do procedimento cirúrgico, que foi realizado na tarde de domingo (28) pela ortopedia. Segue sendo acompanhado pela equipe da cirurgia vascular.

De acordo com as informações do boletim de ocorrência, uma testemunha contou que viu um Volkswagen Gol, de cor branca, passando em alta velocidade pela Panambi Vera, sentido centro para o bairro, quando no cruzamento com a Souto Maior, houve a colisão com a Honda Biz, de cor cinza.

Devido ao impacto da batida, a vítima foi arremessada em uma grade na esquina e teve ferimentos graves. O motociclista foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhado para a Santa Casa da Capital. A Biz foi arrastada por aproximadamente 10 metros, ficando totalmente destruída.

Na rua próxima ao local do acidente em meio a pedaços de carenagem de um veículo de cor branca, foi encontrada uma placa MZW-4013, pertencente ao veículo VW/Gol. A placa foi apreendida pela perícia, que esteve no local junto à Polícia Civil e Polícia Militar.

Após o acidente, outra testemunha contou que viu o Gol com a frente danificada, vazando óleo na pista, seguindo em direção ao Jardim Antártica. Essa testemunha afirmou ter seguido o Gol, quando viu o momento em que entrou em uma residência no bairro Buriti.

Jornal Midiamax