Motociclista que morreu no Caiçara foi atingido por veículo conduzido por adolescente

O jovem tinha 17 anos e levava um amigo de 16 anos na garupa

Acidente entre duas motocicletas no Caiçara, no início da noite de terça-feira (28), que terminou com a morte de Ritinho Lemes Soares, de 23 anos, teria sido provocado por um adolescente de 17 anos. O jovem pilotava uma moto, quando invadiu a preferencial e acabou atingindo a vítima.

Conforme apurado pelo Jornal Midiamax, o adolescente levava na garupa da Yamaha Fazer 160 outro jovem, de 16 anos. Ele seguia pela Rua Vital Brasil, no Caiçara, quando invadiu a Rua dos Marimbas que é preferencial, atingindo o motociclista de 23 anos. O rapaz conduzia a CG Fan e acabou lançado contra um poste. A vítima chegou a cair no chão com vida, mas não resistiu aos ferimentos.

Testemunhas relataram que a sinalização no local é precária. A vítima chegou a bater com a cabeça contra o poste e os adolescentes foram encaminhados para a Santa Casa de Campo Grande pelo Corpo de Bombeiros. A documentação da moto estava no nome do adolescente, mas pela idade ele não teria autorização para pilotar.

O caso é tratado como homicídio culposo na condução de veículo automotor e lesão corporal culposa, já que o passageiro de 16 anos também sofreu ferimentos, e foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol.

Mais notícias