Condutor acusado de atropelar e matar entregador se apresenta à polícia

Ele negou que estivesse bêbado e desrespeitado a sinalização

O motorista acusado de atropelar o entregador Anderson Maia de Oliveira, de 27 anos, na noite deste sábado (12), no cruzamento das Ruas Ponta Porã e Balbina de Matos, se apresentou à polícia, em Dourados, na manha desta segunda-feira (14). Ele foi identificado foi identificado  pela Polícia Civil, que foi até a casa dele, no Jardim Maracanã, porém ele não estava na residência.

Em depoimento à policia, o condutor , de 30 anos, negou que estivesse bêbado e furado o sinal vermelho, invadindo assim, a preferencial, que resultou na morte do motociclista ao colidir contra outro carro que estava parado, e foi arremessado há alguns metros da moto, que pegou fogo.

Alex seria funcionário de uma concessionária e teria ficado com a caminhonete para vender. Ele então mandou mensagem ao proprietário, disse que tinha lavado a S10 e que a usaria no fim de semana.

Depois do atropelamento, o motorista da caminhonete fugiu do local e abandonou o veículo na Rua Ciro Melo, que foi localizado em seguida pela polícia. Durante a vistoria foi encontrada uma garrafa de cerveja e outra de energético.

Condutor acusado de atropelar e matar entregador se apresenta à polícia
Mais notícias