Soldado que morreu ao bater moto em caminhonete saiu de festa às 5h, diz esposa

Caminhonete reduziu para passar quebra-molas e soldado bateu na traseira de veículo

O soldado do Exército Brasileiro, Ivaldo Azambuja de Souza, 19 anos, que morreu em um acidente de trânsito por volta das 7h deste domingo (17) teria saído de uma festa às 5h, conforme contou a esposa da vítima em depoimento à polícia. O rapaz conduzia uma motocicleta Honda Fan, quando colidiu na traseira de uma caminhonete na BR-060, saída para Rochedo, em Campo Grande.

A esposa de Ivaldo contou aos policiais que estavam em uma festa, de onde saíram por volta das 3h e chegaram em casa às 5h. A esposa saiu para trabalhar e disse que o marido ficou em casa, afirmando que iria para o quartel, pois entrava às 7h.

O soldado conduzia uma Honda Fan no km-344 da BR-060, quando em um quebra-molas, o motorista de uma caminhonete Chevrolet S-10, que estava à frente, reduziu. O rapaz seguia pela pista em alta velocidade e não houve tempo para frear.

Ivaldo colidiu na traseira da caminhonete e com o impacto da batida, chegou a ser arremessado no vidro traseiro e caiu no chão. O Corpo de Bombeiros foi chamado para atender ao acidente e tentou reanimar o soldado, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Mais notícias