Motociclista morre ao bater em placa após colisão com carro

Socorristas tentaram reanimar o motociclista, porém ele morreu no local

Esmael Mendonça da Silva, 42, morreu em um acidente na Avenida Pedro Paulo Soares de Oliveira no Bairro Universitário II na noite desta quinta-feira (22) em Campo Grande. Esmael seguia pela avenida que é preferencial, no sentido bairro – Centro, quando colidiu com um Renault Sandero que saía da Rua Elias Orro.

Midiamax

De acordo com testemunhas, o condutor do Renault, que trabalha como motorista de aplicativo, esperou carros passarem, porém, ao entrar no mesmo sentido em que seguia a vítima, não viu o motociclista.

Esmael bateu contra a lateral dianteira direita do carro, e depois colidiu com o corpo contra a madeira de sustentação de uma placa de sinalização de quebra-molas. O motociclista bateu com parte da região das costelas e lateral do abdômen no local. Posteriormente, a moto caiu por cima da vítima.

“Liguei para o Samu, quando eles estavam atendendo, tiraram a camiseta dele, eu vi que estava bem vermelho no local que ele bateu”, diz o mecânico Evandro Rezende de 49 anos. O mecânico acredita que a causa da morte do condutor foi devido a colisão dele com a placa, já que ninguém estava em alta velocidade e a batida não chegou a ser muito forte entre os veículos envolvidos.

Midiamax

Socorristas do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) tentaram reanimar Esmael com massagem cardíaca e choque, porém ele não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no local.

“Aqui a calçada é mais larga que a via, a avenida é muito estreita e essa rua é muito movimentada”, diz Evandro. O comerciante José Martins, 81, que tem um bar em frente onde aconteceu o acidente, conta que o grande fluxo de veículos é pelo fato de a avenida ser rota para o centro de quem vem de bairros da região do Los Angeles, Centro Oeste e Jardim das Meninas.  “Tinha que ter outra via para desafogar o trânsito aqui”, diz. (Atualizada para acréscimo de informações às 23h06)

Mais notícias