Em 2019, já são 1731 condutores embriagados e número já supera 2017 e 2018

Apesar desse aumento, houve uma queda na quantidade de acidentes e o principal motivo é o maior número de fiscalização no trânsito

De janeiro a novembro deste ano, 1731 pessoas cometeram autos de infração de trânsito por dirigir sob influência de álcool, em Campo Grande, segundo dados do Batalhão da Polícia Militar de Trânsito. Ainda de acordo com as informações, esse número é maior que o registrado em 2017 e 2018, que somam 1602.

Os dados mostram que até outubro deste ano, 234 pessoas foram presas e até as primeiras semanas no mês de novembro, são 1497 pessoas autuadas – neste total entram pessoas que beberam menos que 0,33 mg/l ou que se recusaram a fazer o teste, portanto não são presas, mas cometem infração. Acima desta margem, configura-se crime de trânsito e há detenção.

Uma outra análise de dados divulgada pelo Batalhão aponta que só em 2019 já ocorreu 4.066 acidentes de trânsito. Números que estão baixando se comparado com os anos anteriores. Em 2018 foram registrados 4.306 acidentes e 2017, 4631. As informações de 2019 mostram que 4.006 tiveram vítimas e 60 com vítima fatal.

“Antes não tinha uma equipe exclusiva para fiscalizar a Lei Seca. A violência no trânsito vem diminuindo e o aumento da fiscalização é um dos fatores que influenciam”, afirma tenente-coronel Franco Alan, comandante do Batalhão de Trânsito.

Durante blitz realizada entre a noite de sábado e a madrugada deste domingo (10), o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar flagrou sete motoristas dirigindo sob efeito de álcool. A ação foi realizada na rua da Paz.

Ao todo, foram realizados 25 testes e aplicados 11 autos de infração de trânsito. Além disso, seis condutores tiveram a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) recolhida.

Em 2019, já são 1731 condutores embriagados e número já supera 2017 e 2018
Mais notícias