Trânsito de Campo Grande matou 55 pessoas no local do acidente em 2009

Capital registrou 7.192 acidentes no ano passado, média de 600 por mês; Afonso Pena é recordista e motociclistas são maioria das vítimas

De janeiro a dezembro de 2009, 55 pessoas morreram no local do acidente de trânsito, em Campo Grande, diz o setor de estatística do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) de Mato Grosso do Sul, que divulgou nesta quinta-feira os números que revelaram a quantidade de acidentes, multas, carteiras de habitações suspensas e ainda indicou as vias da cidade onde ocorreram mais desastres no trânsito da Capital.

Embora o estudo indique que em 2009 morreram menos pessoas no local do acidente do que nos anos de 2008 e 2007, a pesquisa não é parâmetro que possa determinar se o número de mortes motivadas por acidentes de trânsito na cidade tenha caído ou crescido.

Isso porque o levantamento despreza um índice alto, porém sem controle: o número de pessoas que morrem depois do acidente, nos hospitais.

O Midiamax quis saber dos hospitais de Campo Grande se lá havia um estudo indicando o volume de óbitos provocados por acidente de trânsito. Não há um setor que especifica tal estatística. A solicitação fora feita em dezembro passado.

O mesmo acontece no IML (Instituto Médico Legal), onde se anota as mortes ocorridas na região.

De acordo com o estudo do Detran divulgado nessa quinta-feira, o número de mortes registrados no local acidente em 2009 caiu perto de 37% se comparado a 2008, ano que registrou 88 mortes em Campo Grande. Já em 2007, foram 72 acidentes com vítimas mortas no local da batida.

Condutores de motocicletas ainda somam o maior volume de mortes anotadas pela estatística pelo Detran. Em 2008, 44 morreram, já no ano passado, dos 55 mortos 26 pilotavam uma motocicleta.

ACIDENTES NA AFONSO PENA

O levantamento do Detran divulgado nesta quinta-feira afirma ainda que a avenida Afonso Pena, principal via de Campo Grande, é onde mais acontece o número de acidentes. De janeiro a dezembro do ano passado, foram registrados 71.92 acidentes, uma média de 600 por mês, 19 a cada dia.

Na Afonso Pena ocorreram 195 acidentes, uma média de quatro por semana, segundo a pesquisa do Detran.

DEZ MULTAS POR HORA

O exagero no volume de batidas de trânsito em Campo Grande não fora contido no ano passado mesmo com o olho vivo da fiscalização como as lombadas eletrônicas e os policiais de trânsito.

Siga essa soma: em todo o ano passado foram aplicadas aqui em Campo Grande 92.123 multas de trânsito, isto é, 7.676 violações por mês, 255 por dia, ou se quiser precisar ainda mais o dado dá para dizer que nas ruas da Capital a cada hora que passa dez motoristas são multados por algum erro cometido.

E as multas ocorrem com maior frequência por razões que se repetem ano após ano: velocidade acima da permitida, estacionar o veículo em local proibido e também por dirigir carros ou motocicletas ouvindo algum aparelho, como celular, por exemplo.

De janeiro a julho do ano passado, acusa a pesquisa, foram suspensas 1.157 CNHs de motoristas campo-grandenses e 42 tiveram a documentação cassada.

Trânsito de Campo Grande matou 55 pessoas no local do acidente em 2009
Mais notícias