Libertado marido que espancou grávida após ela negar relações sexuais

A jovem perdeu o bebê após as agressões

Um rapaz de 21 anos, que espancou a esposa grávida, no último domingo (12), foi liberado em audiência de custódia, nesta terça-feira (14), em Dourados – a 225 km de Campo Grande. No entanto, suspeito deve cumprir medidas cautelares determinadas pela Justiça.

Além de fiança de quatro salários mínimos, a Justiça determinou que ele mantenha 200 metros de distância da vítima, de 23 anos, que perdeu o bebê após agressões.

Informações do boletim de ocorrência são de que por volta das 20 horas de domingo, a polícia foi chamada por um morador do bairro, que encontrou a jovem na calçada chorando e com hematomas no olho. Quando os militares chegaram, a vítima contou que havia sido agredida pelo marido com socos após ela encontrar escondido no sofá da residência tabletes de maconha.

Ela teria questionado o marido sobre a droga, que disse que estava guardando para um amigo. Ao falar que não iria aceitar, ela foi espancada pelo rapaz que ainda fez ameaças de morte. A jovem ainda contou que dias antes perdeu o bebê que esperava depois de ser agredida com socos e chutes pelo rapaz, ao se negar a manter relações sexuais com ele.

A polícia foi até a residência e encontrou a maconha, quando questionado o rapaz disse aos militares que comprou a droga de dois homens por R$ 250 e tinha a intenção de revender. O autor foi levado para a delegacia e autuado pelos crimes de ameaça, vias de fato, tráfico de drogas, e lesão corporal de natureza grave se resultar em aborto.

Mais notícias