Criança é atropelada, fica em estado gravíssimo e é transferida de avião à Capital

Um menino de dois anos foi atropelado por um carro e ficou em estado grave. O acidente aconteceu na Alameda Aracuâ no Conjunto Guatos, em Corumbá, cidade a 426 quilômetros de Campo Grande, neste domingo (11), às 14h50.

O garoto que sofreu ferimentos graves e traumatismo craniano, foi trazido de Corumbá de avião e está em cirurgia na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) pediátrica da Santa Casa. Consta no registro policial, que o condutor de 21 anos não possui CNH (Carteira Nacional de Habilitação)

O pai, de 25 anos, disse na delegacia que estava com o filho em casa, quando atravessou a rua para entregar a chave de uma camionete para uma pessoa. Ainda segundo o pai, o menino atravessou junto com ele.

Quando conversava com a pessoa na qual entregou a chave, ele escutou um grito e percebeu que tratava-se do filho. Ao virar-se, viu o menino em baixo do carro do vizinho, sendo arrastado. O condutor do carro, o jovem de 21 anos, então parou o veículo ao escutar o grito.

O rapaz relatou que estava dentro do carro estacionado em frente de casa olhando o celular, momento em que viu o pai do menino do outro lado da rua. Após olhar o celular, o jovem guardou o aparelho e saiu com o veículo, momento em que ocorreu o atropelamento. Ele então parou o carro ao escutar os gritos do pai garoto.

A criança foi levada por populares a uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e depois foi transferido à Santa Casa da cidade. Consta no boletim de ocorrência que a criança teve um corte profundo entre a boca e o nariz. Além disso, sofreu sérias lesões no lado direito da cabeça e orelha. O condutor foi levado à delegacia e o caso foi registrado como lesão corporal culposa na direção de veículo automotor.

O menino teve o quandro de saúde estabilizado na Santa Casa de Corumbá e, às 2h30 desta segunda-feira (12), foi levado de aeronave à Santa Casa da Capital. O avião, que possui UTI aérea com médico e enfermeiros, de uma empresa particular que presta serviço ao hospital e prefeitura da cidade, chegou ao aeroporto de Campo Grande às 3 horas. De lá, o menino foi levado em uma ambulância da própria empresa à Santa Casa.

Mais notícias